quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Nós e Amarras


 Essa dica é pra quem está completando seu cartão de líder ou está fazendo a especialidade de nós. Aqui está descrito a função prática dos principais nós usados pelos desbravadores.


Simples
É a base da maioria de outros nós. Ele próprio é usado como um simples nó terminal na ponta de uma linha ou corda. Não é muito empregado por marinheiros por ser extremamente difícil de desfazer quando a corda está molhada. Se estiverem amarrados em objetos pequenos também podem ser difíceis de desfazer. Serve para aprendizado. É o nó mais usado por todos.
Cego  
Esse nó é ensinado para não ser feito. É a versão errada do nó direito. Escorrega e é praticamente inútil. Aprendemos exatamente para nunca fazê-lo.
Direito           
Não escorrega nem aperta, sendo fácil de desata. Deve ser usado ao amarrar embrulhos, é valioso em primeiros socorros, etc. Para emendar ataduras e emendar cabos com o mesmo diâmetro, mesma espessura.
Cirurgião
Usado pelos médicos para atar os pontos de uma incisão.
Lais de Guia
Usado para salvamento, para prender a pessoa quando há necessidade que a laçada não aperte. Para prender uma pessoa ou animal quando há necessidade, como quando se desce alguém de um prédio incendiado ou quando se puxa um animal à guia. É um nó que não corre, nem aperta e tem grande valor. Utilizado para fazer uma alça fixa (e bastante segura) tendo em mãos apenas uma ponta da corda.
Duplo
É o nó de cadarço. Usado pela execução fácil e rápida.
Escota
Usado para ligar a escota à vela de um navio. Usado também para amarrar dois cabos de diâmetros igual ou desigual, ou para prender o cabo numa argola. É usado também no hasteamento de bandeiras, para amarrá-las.
Catau
Muito importante para encurtar ou esticar um cabo frouxo, cujo dois extremos estejam presos, ou seja, reduz o comprimento de uma corda sem cortá-la. Serve também para isolar alguma parte danificada da corda, sem deixá-la sob tensão.
Pescador
Muito prático para ligar cabos finos e meio duros ou molhados, como linhas de pesca, cordas corrediças, delgadas, rígidas, cabos metálicos e até cabos de couro.
Fateixa          
Útil por ser fácil de executar e não fugir sob qualquer esforço. Serve para prender um cabo a uma argola. É o nó que se faz para firmar um cabo em uma barra, num anél, para amarrações firmes, ou para prender a fateixa, que é âncora pequena como argola. O nó consiste em uma volta redonda com cotes, passando o primeiro por uma volta, para não apertar.
Volta da Fiel
Nó inicial ou final de amarras. Não corre lateralmente e suporta bem a tensão. Permite amarrar a corda a um ponto fixo. É o nó usado para amarrar as cordas das barracas, usa-se ainda para amarrar um cabo a uma estaca. Para amarrar o cabo à vara de madeira nos trabalhos de pioneiria.
Gancho
Atar a corda a um gancho.
Volta da Ribeira
 Utilizado para prender uma corda a um bastão (tronco, galhos, etc.) depois mantê-la sob tensão. Usado para transportar ou levantar vigas ou pedaços pesados de madeira.
Ordinário
Usado para amarrar dois cabos de içar ou outros cabos grossos.


Download de manual de nós e amarras



Nenhum comentário:

Postar um comentário